A alimentação da gestante e o paladar do Bebê

Atualizado: 16 de Jul de 2020


Muito se fala sobre a alimentação durante a gestação para o crescimento e o desenvolvimento adequados do bebê e para a nutrição ótima da mãe. Entretanto, há outro motivo fundamental para a gestante se alimentar bem, com o qual geralmente as mães se preocupam somente quando o bebê começa a comer alimentos sólidos: o desenvolvimento do paladar!

Estudos apontam que o paladar do bebê começa a se desenvolver ainda dentro do útero da mãe, em torno da 14ª semana de gestação. Isso porque o líquido amniótico que envolve o bebê contém sabores e odores distintos que já podem ser percebidos pelo feto. Flavor é o termo utilizado para a conjunção dessas duas percepções.

Assim, de acordo com o tipo de alimentação realizada pela mãe, serão originados flavors específicos para o líquido amniótico. Como o bebê ingere esse líquido o tempo inteiro (no último trimestre de gestação, pode chegar a um litro por dia), ele é exposto a uma variedade de substânciasque contém os flavors da alimentação materna. Estudos mostram que isso pode levar o bebê a aceitar mais facilmente – e até mesmo preferir – os alimentos consumidos regularmente pela mãe durante a gestação.


Por isso, as mães devem se preocupar em ter uma dieta bem variada e saudável desde a gestação para que os seus filhos aceitem melhor os alimentos na fase de introdução da alimentação complementar e também construam bonshábitos alimentares ao longo da vida. Pensem nisso na hora de se alimentar e tenham cuidado com o excesso de doces!

Betina Ettrich

Nutricionista formada pela PUCRS.

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Medicina da UFRGS: Ciências Médicas.

Pós-graduada em Nutrição Materno-Infantil pelo IEP-HMV.

Atendimento nutricional no Nasce – (51) 3334-4503

Contato: nutricionista.betina@gmail.com


23 visualizações0 comentário
pngwing.com (2).png