A primeira infância

Atualizado: 16 de Jul de 2020

O que se entende por primeira infância?


Primeira infância é o nome dado aos seis primeiros anos de vida de um ser humano, ou seja, período compreendido entre a concepção do bebê até os 6 anos de idade. Esse período é marcado por intensos processos de desenvolvimento e o cérebro está mais ativo do que nunca.

Qual a importância da primeira infância?

A primeira infância é uma fase determinante para a capacidade cognitiva e sociabilidade do indivíduo, em que o cérebro absorve todas as informações e as respostas são rápidas e duradouras. Segundo especialistas, nesta fase as crianças precisam de oportunidades e estímulos, para que possam desenvolver cada uma de suas aptidões.

Estudos demonstram que é durante a primeira infância que acontece o início das conexões sinápticas e que o cérebro humano desenvolve a maioria das ligações entre os neurônios. Até os 4 anos de idade, cerca de 100 bilhões de células cerebrais com as quais uma criança nasce desenvolvem 1 quatrilhão de ligações. O número é o dobro de conexões que um adulto possui. Aos 4 anos, estima-se que a criança tenha atingido metade do seu potencial intelectual.

Como se dá o apendizado durante a primeira infância?


Imagine você entrando em um mundo desconhecido em que tudo é uma novidade. Abrir os olhos pela primeira vez, o sabor do leite materno, o primeiro passo, a primeira palavra, o primeiro desenho... natural que esses e outros vários detalhes não sejam mais lembrados, mas com certeza foram situações enriquecedoras e de grande importância no desenvolvimento.


Logo, para criar essa complexa rede de informações, a criança precisa ser estimulada já que o cérebro precisa de experiências para se desenvolver. Todas as brincadeiras contribuem para o aprendizado: tudo o que a criança conhece, toca, vê, ouve, desencadeia uma série de sinapses, que serão importantes para toda a vida.

Então, lembre-se: um excelente estímulo é o ambiente amoroso, que vai além do contato físico e visual. E é nesse momento que entra o papel dos pais e cuidadores que precisam adotar medidas simples - palavras, canções, afeto, proteção - que proporcionam condições básicas para o progresso intelectual: um cérebro bem desenvolvido é a base de uma vida saudável e cheia de aprendizados.


Por Bianca Arantes

Proprietária da Baby Gym Juiz de Fora/MG

29 visualizações0 comentário
pngwing.com (2).png