Segurança no engatinhar

"Minha filha começou a engatinhar. Há alguma dica de segurança que devo ter em mente?"


Parabéns - e bem-vindo a uma nova fase da infância! Agora que seu bebê domina o movimento de engatinar, ela é capaz de explorar seu mundo, despertar sua curiosidade e se envolver em algumas atividades de aprimoramento de habilidades (como correr em direção à bola em vez de chorar por você trazê-la para ela). Mas junto com a mobilidade recém-descoberta do seu bebê, surge o potencial de travessuras, enquanto ele se arrasta em direção a pontos problemáticos (a tomada elétrica, a caixa de areia do gato, cozinha). Portanto, é hora de começar a pensar em rastejar com segurança. Essas dicas ajudarão a garantir que o seu pequeno continue a engatinhar com o menor número de batidas e contusões possíveis.


Torne as coisas seguras para o seu pequeno. Ainda não conseguiu tornar sua casa um lugar seguro para o bebê? Agora é a hora de levar a sério.


Aqui estão alguns conceitos básicos de segurança do engatinhar:


Afaste os cabos elétricos; tranque armários que contenham itens perigosos (pense em venenos, remédios, objetos pontiagudos ou quebráveis) e se livre de itens no chão que sejam pequenos o suficiente para caber na boca do bebê). Mantenha portas fechadas.


Se a sua casa tiver vários níveis, você precisará instalar uma cerquinha na parte superior e inferior da escada - para que seu bebê não seja capaz de engatinhar de se interessar por elas (Embora você possa colocar o portão inferior alguns passos acima do patamar, para que seu bebê possa praticar suas habilidades de rastreamento nas etapas inferiores).


Uma ótima maneira de ajudar você a entender a visão que seu filho tem do mundo - e ver que perigos em potencial ele pode encontrar é descer no chão e engatinhar com ele. Você pode perceber um possível risco de asfixia, por exemplo, com algo esquecido há muito tempo sob a poltrona.Ou descobrir que a borda da mesinha da sala é mais afiada do que você pensava! Rastejar com o seu bebê também lhe dará a chance de lhe ensinar algumas dicas de segurança - ou seja, o que ela pode pegar e o que não é para pegar. Pode demorar um pouco para ela perceber o fato de que ela não pode "pegar" a comida na tigela do cachorro, mas que ela sim pode brincar com o pote Tupperware da mamãe. Somente após muita repetição ela entenderá.


Verifique se o chão de madeira está livre de lascas, pregos ou qualquer outro objeto pontiagudo, para que o bebê tenha uma superfície lisa sobre a qual possa se deslocar. Considere adquirir um tapete antiderrapante ou um tatame infantil para dar ao bebê a chance de engatinhar algumas superfícies macias - e reduza os hematomas nos joelhos.


Simplesmente vista seu bebê com calças confortáveis ​​(para melhor amortecer os joelhos) ou leggings leves em dias mais quentes. Tem um menino? Certifique-se de que as calças dele estejam bem folgadas pois caso contrário, podem interferir nos esforços dele.


Não importa quais precauções de segurança você tenha tomado em sua casa, você ainda precisará estar de olho no seu pequeno desbravador para garantir que ele não tenha problemas ou se machuque. O único momento em que você consegue tirar os olhos do bebê com segurança é quando ele está no berço (e olhe lá!). E lembre-se, quando você não estiver em casa, seu pequeno explorador estará mais interessado em explorar novos ambientes, o que significa que você precisará estar mais vigilante que nunca!



Por Lucas Silva - Proprietário da Rede Baby Gym

15 visualizações0 comentário